Escute, eminência!


Folha da Manhã
30/01/2009
Ponto Final
Aluysio Cardoso Barbosa

Emitente epidemia

O secretário Paulo Hirano agiu correto, ao admitir que Campos, o maior município do interior do Estado, está diante de uma eminente epidemia de dengue, que seria a segunda consecutiva. Disse que, infelizmente, a proliferação do mosquito vetor se ampliou em dezembro.

Vejam vocês, o eminente (sublime, excelente) jornalista conseguiu escrever “iminente” (o que está prestes a acontecer; o que pode vir a acontecer) duas vezes errado.

Suspeito que o “Falha do Manhães” não leia este blog, do contrário já teria aprendido com os próprios erros. Eu só os aponto. Mas isso cansa, sabem? Estou na iminência de desistir.

Anúncios

5 Respostas to “Escute, eminência!”

  1. jules rimet Says:

    Falou com propriedade, jacaré, como só sua eminência é capaz.

  2. jules rimet Says:

    Correção:

    onde se lê “sua”, leia-se “vossa”.

  3. Fera Ferida Says:

    Confesso que fiquei triste com a possibilidade de desistir de mostrar AS FALHAS DA ESCRITA DOS NOSSOS MATUTINOS. Se eles não leem, eu leu o site o jacré e aprendo … MUITO …mesmo!
    Não desista, por favor! Senão, eu desistirei de ler os matutinos (risos).

  4. Fera Ferida Says:

    Corrigindo o escrito anterior: “… eu leio o site do Jacaré e aprendo …”
    Fico por aqui.

  5. Bruno Says:

    Os posts desse blog fazem muita falta!

    Merece um post diário pelo menos!

    Abraços e espero pelas atualizações!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: