Saulo, guardião do “erário público”


Folha da Manhã
09.02.2009
Folha Geral
Saulo Pessanha

Desperdício
(…) Em tempos de crise financeira, uma verdadeira afronta ao erário público.

Ora, caro colunista, “erário” é o “conjunto dos recursos financeiros públicos; os dinheiros e bens do Estado; tesouro, fazenda” (Houaiss). Portanto, simplesmente “erário”. O “público” é redundante, desnecessário. Um vício de linguagem (tautologia). Caso seja preciso especificar, mencione “erário municipal”, “erário estadual” ou “erário federal”, a depender do âmbito a que se refere.

Este é um erro semelhante (e tão frequente quanto) a “elo de ligação”.

Tome nota, Saulo!

Anúncios

Uma resposta to “Saulo, guardião do “erário público””

  1. Bruno Says:

    Achei o site de vocês sem querer pelo Google!

    Mas é sempre bom achar bons sites de campistas pela rede!

    Parabéns!

    Abraços,

    Bruno Buexm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: